LAS CAMALEOAS

acreditamos muito no compartilhamento de ideias e fortalecimento de redes. por isso, se quiser falar com a gente é só mandar um alô por aqui: fale com a gente.

se estiver por Santa Catarina, podemos marcar de conversar (adoramos compartilhar café e vinho no nosso cantinho).

e ainda, se quiser receber as atualizações do que estamos postando por aqui, deixa seu e-mail na caixinha ao lado. vamos adorar manter contato!

VAMOS FORTALECER NOSSO CONTATO?

© 2019 | LAS CAMALEOAS. Santa Catarina, Brasil.

QUEM SOMOS

Definir o "Las Camaleoas" é uma tarefa difícil - talvez porque o propósito seja estar em constante transformação. Acreditamos muito na ideia de permanecer em movimento: criando, produzindo e fortalecendo redes. Não sabemos bem quando tudo começou, se foi em 2017, quando nos conhecemos, em 2018 quando criamos a "Mostra Camaleoa - Mulheres Fazendo Arte", ou em 2019 quando firmamos o nosso trabalho em conjunto com o surgimento do "When vacas fly: aquilo que gera curiosidade" e dos vídeos para o YouTube. Há muito do que somos e do que acreditamos nos projetos que assinamos como "Las Camaleoas". A pesquisa em arte contemporânea e o foco na mulher artista são fortes estruturas que nos mantém firmes em nosso propósito. Agrupar esses trabalhos em um único lugar e poder compartilhá-los é mais uma ação que nos mantém em movimento enquanto artistas.

BEATRIZ GONÇALVES

Se divide entre as funções de terminar uma graduação, produzir e estar em cena. Pesquisa teatro e dança, mas recentemente se aventurou em aprender a tocar bateria (um desejo de adolescência) e se apaixonou. Vive entre Balneário Camboriú, Florianópolis e o mundo. Coloca asas nas vacas e nos pés. Decidiu ser camaleoa, manter o movimento e a transformação como cotidiano. Sonha em ter uma sala de ensaio como extensão de casa. Questiona todos os dias as relações com as redes sociais, mas criou um canal no YouTube como forma de expressão e compartilhamento (e também para se perder no seu amor amador pelas câmeras e editores). É pisciana, gosta do novo e do frio na barriga, se acalma ao ver o mar e nunca dispensa um vinho.

THAINA GASPAROTTO

Artista. Libriana. Com bastante dificuldade de se definir entre uma coisa e outra. Camaleoa, acredita firmemente na transformação e na adaptabilidade, se esforçando ao máximo pra ter ambas como práticas diárias. Habita a dança e o teatro e acredita cada vez mais na mistura entre as diversas linguagens artísticas. Vem do oeste de Santa Catarina, o que explica seu amor pelo mato e pelo frio - ainda mais quando acompanhado de café ou vinho. Tem sua vida atravessada por mulheres incríveis, tanto em sua trajetória pessoal como profissional, e se apropria destes afetos na constante construção de quem é.